23 de jun de 2011

Hipocrisia

Eu me escondo num amor distante
Quando quem quero está perto
Eu sou cretina e hipócrita
Eu me apego a uma foto
Quando deveria estar deslizando as mãos por um cabelo
Um cabelo lustroso e castanho escuro
Eu finjo entender o que se passa em minha mente
Quando não faço ideia do que está acontecendo
Não sei quem sou, o que quero ou o que sinto
Eu queria poder falar com a mesma intensidade com que escrevo
Mas continuo a ser hipócrita,
Pois escrevo histórias de amor perfeitas
Enquanto a minha está passando bem diante dos meus olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário