22 de jun de 2011

Olhares



É num olhar que se apaixona



Na pouca vontade de amar



Quando dois olhos se encontram



Despreocupados e distraídos



O coração bate mais forte



E, nem se sussurassem em seus ouvidos



Escutariam sequer um zumbido



O olhar se torna uma cena constante



É uma loucura que não se contém



O olhar se torna motivo,



Tendo o poder de transformar o dia num vai e vem inútil



Um transe constante



Mas o olhar só surtiu efeito em um



E não há a mesma reação



Por isso tome cuidado



Com olhares que podem roubar seu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário